Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site

O eleitor é um recrutador

O eleitor é um recrutador

Imagine se você precisasse escolher o médico que faria em você uma cirurgia cardíaca. Quais critérios você usaria para decidir a que cirurgião entregar sua vida?

Escolher um presidente é algo tão grave quanto escolher o médico que irá cuidar de seu coração. Na verdade, o presidente pode causar mais danos ao coração de um sem número de pessoas do que muitos médicos poderiam curar.

É claro que você pode procurar pelo currículo do presidente e suas ideias no plano de governo. Entretano, assim como o CV de qualquer candidato a uma vaga de empresa, ele pode tanto revelar quanto esconder informações relevantes para sua decisão.

As entrevistas também não revelam muito pois, o candidato se prepara tanto que sua imagem aparece de maneira planejada nos mínimos detalhes para causar a boa impressão que deseja.

Portanto, assim como o recrutador na empresa, o eleitor tem de ir além do óbvio e do que as indicações, principalmente da imprensa, apresentam.

Quão inteligente é o candidato para o cargo? Você pode ensinar qualquer coisa para uma pessoa inteligente, mas não pode ensinar um burro a ser inteligente. Um candidato tem de ser um estudioso. A ideia de que é possível ser um líder sem conhecimento causa muitos danos ao país – e às empresas. Um estudioso é alguém que deseja aprender e não um sabe-tudo. Ele precisa cercar-se de especialistas e saber equilibrar cada informação que recebe com as consequências de suas decisões.

Quão habilidoso é o candidato? Conhecimento sem as habilidades necessárias para o cargo, não levarão o escolhido a lugar algum. Temperança, paciência, humildade, determinação, coragem, são exemplos de competências que um governante precisa ter para desempenhar bem seu cargo.

Quais as habilidades extras? Um candidato que só consegue fazer o básico em seu cargo, jamais dará conta das dificuldades excepcionais quando elas surgirem. E dificilmente um presidente irá governar sem enfrentar adversidade severas.

Quão grande é seu coração pelo Brasil? Um candidato deve desejar que o Brasil saia vitorioso. Não adianta muito os países vizinhos, nossos parceiros comerciais ou outras nações se beneficiarem de ações tomadas pelo governante brasileiro, se elas não beneficiarem primeiro, aos brasileiros. Afinal, somos nós quem pagamos a conta. O candidato deseja realmente que o Brasil seja vitorioso?

Como mencionei no começo, o eleitor é um recrutador e, como tal, deve se preparar também para compreender quais os melhores critérios a usar para selecionar seu presidente e demais cargos políticos. Se é difícil você ser um gestor, imagine ser alguém que escolhe um gestor. Portanto, se quisermos ter presidentes melhores, precisamos, nós também, nos prepararmos para sermos eleitores melhores.

Vamos em frente!